DROGAS/ESPORTES/NUTRIÇÃO

Maior, mais veloz e mais forte: Os efeitos Colaterais de Ser Americano

Document 1

23 de Janeiro, 1984. Foi o dia que mudou a minha vida para sempre. Ronald Reagan era nosso presidente e havia problemas fermentando no Irã. Eu era apenas um garoto mas sabia quem estava por trás daquilo. Seu nome era O Sheik de Ferro. Percebem ? Reagan pode ter libertado os reféns mas O Sheik ainda tinha o cinturão de campeão. Havia apenas um homem que poderia nos salvar: De Venice Beach, California… O Incrível Hulk Hogan !  Mas três minutos após o início da luta, Hulk Hogan estava travado na terrível pegada de camelo. Esse golpe quebraria a coluna de um homem normal. Mas esse não era um homem normal, esse era Hulk Hogan e ele estava lutando pelo nosso país. Mas Hulk saiu da pegada do camelo com o Sheik nas suas costas, desceu a perna e o imobilizou ! Nascia a Hulkmania e a mensagem era clara: Você não tira onda com Hulk Hogan e você certamente não tira onda com a América. Vejam o que aconteceu com Ivan Drago: Ele tentou tirar onda com a América e Rocky o arrasou. E quando os vietnamitas estavam segurando os prisioneiros americanos, Rambo apareceu e arrasou-os também. Aí veio o Arnold Schwarzenegger, o arrasador definitivo. Eu nunca ví E o Vento Levou ou Casablanca mas eu posso te dizer todas as falas de todos os filmes do Arnold. Eu tinha apenas 12 anos de idade e havia uma explosão de valentões na América. Queria rasgar a minha camisa e ser musculoso, bronzeado, maior do que a vida mas na realidade eu era um gordinho pálido de uma cidadezinha. Meus pais sempre estiveram um pouco acima do peso. Eu não poderia pedir por uma mãe melhor. Ela fez tudo pelos três filhos. Nos íamos a igreja três vezes por semana e ela até ensinava na escola dominical. Meu pai estava sempre disponível para nós também. Ele até treinava os nossos times da liga infantil. Eu amo meu pai, mas ele nunca foi meu herói. Eu não queria ser como ele, eu queria ser como Arnold. O problema era que eu ainda era muito pequeno, muito baixo. As pessoas diziam: __ Ei pequeno Bell !  Eu não queria ser o Pequeno Bell ! Eu queria ser o Grande Bell. Meu irmão mais velho Mike era meio gorducho. Toda manhã quando ia para a escola, ele entrava no ônibus e as crianças o chamavam de Pugsley. Ele não gostava muito, então ele batia em alguns deles. Foi aí que ele recebeu seu apelido, Cachorro Louco. Mark era o caçula. Ele teve dificuldades na escola, foi separado dos amigos e posto em uma classe para crianças especiais que não fez com que ele se sentisse muito especial. Ele odiava a escola, por isso passava o tempo todo praticando esportes. Ele vinha para a mesa de jantar pingando suor. Cachorro Louco e eu o apelidamos de Fedorento. Então, eu era o filho baixinho, Cachorro Louco era gordo e Fedorento tinha uma desordem de aprendizagem. Ok, eu sei ! Nós nunca seremos ninguém, certo ? Errado, nós sabíamos que os músculos eram a resposta e Hulk Hogan nos mostrou o caminho. Então começamos a treinar no porão(… ) Cachorro Louco virou o capitão do time de futebol americano da escola. Fedorento e eu começamos a competir no levantamento de peso. Logo eu era o garoto mais forte da minha escola. Quando eu quebrei o record do Estado de Nova York,  fui acusado de usar esteróides. Eu conhecia caras que usavam mas eles eram perdedores. Se os meus heróis não precisavam de esteróides, eu também não precisaria. Quando eu estava para terminar o segundo grau eu era um dos garotos mais fortes do país. Hulk Hogan estava sempre falando: Venha malhar na Gold´s Gym, Venice Beach, brother ! Eu pensava: Lá é onde o Arnold treina, é lá onde eu tenho que estar. Eu iria me tornar um herói americano e para tanto, eu estava disposto a fazer qualquer coisa.

bigger, stronger, faster: the side effects of being american

áudio: english / legendas: português br

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s